O mundo mudou! E vc?

inboundmkt.jpg

Já parou pra pensar que há dez anos atrás, não existia YouTube, Facebook, Instagram, Whatsapp, Ipad, Uber, Airb&B, Spotify, Drone, Bitcoin?
Enquanto novas tecnologias surgem, as páginas amarelas e Blockbuster deixaram de existir, os telefones fixos estão se despedindo, e as compras coletivas também.

Há uma constante transformação no mundo, bem como na maneira de se relacionar entre marca e consumidor.Você já deve ter percebido, certo? 

Tanta transformação social pede uma mudança radical na forma das marcas transmitirem suas mensagens ao consumidor.
A marcas precisavam entender que falar só sobre seus produtos não atrai seus clientes, mas afasta. É preciso compreender que as pessoas não conversam com paredes, peças, ou embalagens, elas gostam e se relacionam com pessoas.

Não adianta mais interromper as pessoas com pop up na tela, com e-mail chato lotando a caixa de entrada, ou com aquelas campanhas milagrosas nas redes sociais, que utilizam de técnicas mirabolantes baseadas em templates para usar da emoção dos usuários na troca do clique por um sonho. As emoções humanas parece terem sido comoditizadas. 

E aí os profissionais de Marketing das empresas se perguntam: “se não adianta eu interromper o meu consumidor com algum anúncio, se as mídias que eu paguei caro não estão surtindo tanto efeito como antes… o que eu posso fazer para estar no caminho de busca dos meus possíveis clientes? Como humanizar a marca? Como mudar um comportamento tão habitual e deixar de falar apenas do seu negócio e começar a conversar e entender o que o público deseja?

Através de um novo marketing, de um marketing que as pessoas gostam, simples assim! 

É aí que entra o INBOUND Marketing ( "O Novo Marketing " ou Marketing de atração). Um marketing mais sutil, suave, que sabe encantar os clientes ao invés de simplesmente persuadir. Ele veio para por fim nos famosos: os famosos “Compre agora”, “Corra”, “Não perca” e revolucionar o marketing e aproximar as marcas do consumidor, criando uma relação de amor (sim, amor!).

O Inbound deixa de ser invasivo e passa a ofertar apenas aquilo que seu público deseja e não aquilo que você acha que ele quer. Oferece para eles conteúdo de valor em landing pages em troca de seus dados. E além de atrair o consumidor, faz com que ele crie um relacionamento com a marca. Faz ele conhecer realmente o produto e se apaixonar por ele, antes de comprar.

O Inbound Marketing pode ser um 'santo casamenteiro' que vai unir as pessoas com as marcas, criando um caso de amor entre elas! Clientes fiéis, defensores da marca, que falam bem para outras pessoas e fazem elas virarem cliente também! É o sonho de qualquer empresa, não é? 

Se você é um empreendedor, e acha que a sua marca precisa se destacar no mercado e ter um relacionamento maior com os seus clientes, entre em contato com a gente, será um enorme prazer atendê-lo!

 

 

Marcia KolosComment